domingo, 18 de abril de 2010

Conversa com "A Noiva"

Então, fui a contragosto num casamento, por esses dias, cujos protagonistas me remeteram convite por questão social, formalidade e pra não desagradar a família. Compareci também por questão social, formalidade e pra não desagradar a família, a qual, mencione-se num relance, me chantageou. Sim, eu me deixei chantagear e sim, eu fui porque me sinto em dívida com o chantagista. Pintado o contexto?

Aí, vem a noiva e, puxando minha mão com força, me obriga a entrar numa foto. Eu, que já não estava muito motivada, não queria tirar foto de copo e pratinho na mão. Pra não fazer cena, me enfileirei com os outros, postada (prostrada, pra ser mais verossímil) mais atrás.

Tirada a foto, A Noiva vem no meu encalço:

─Tu não gostas de tirar fotografia, é?

Ah, maldito superego... Infeliz educação que mamãe me deu... Gosto, Noiva. Adoro. Não gosto é de sair de prato na mão numa foto com você, isso sim.

─Ah, não, gosto... Eu saí na foto, né? Hehehe (riso amarelo e saída pela direita)...

Ah, maldito superego.

2 comentários:

Cíntia Groenwald disse...

É aquela velha história que família só muda o endereço... odeio essas formalidades...

Marilisa Peeters disse...

Oi querida!
Tem presentinho prá ti lá no meu blog.
bjs