segunda-feira, 6 de agosto de 2007

"Profe..."


Tenho ouvido isso dos meus - M E U S - alunos.

Ah!, glória de toda uma vida! É uma doce melodia no meu ouvidinho.

"Profe...", com aquele sotaque carregado, do interior... Coisa mais boa de se ouvir!

Trinta criaturas recém saídas da adolescência, olhando pra mim com aqulela mistura de curiosidade e desafio nas carinhas, esperando pra ver se eu vou melhorar ou piorar o não muito emocionante Direito Empresarial.

Não muito emocionante na imaginação deles, porque, pra mim, atualmente, Direito Empresarial é a melhor das poesias.

Então, vivas, vivas, vivas! E lá me vou eu, despencando serra acima, de pé entalado, pra que eles me chamem de "profe..."!

2 comentários:

Clarice disse...

Profe...
Uma palavrinha com tantas e tão fortes lembranças.
Garanto a você que, daqui a 40, 50 anos, você vai continuar a sentir esse carinho por eles. E els por você.
Abraço.

Tita Aragón disse...

Ô, Profe, nem pra me contar, né, ô desnaturada? Fico sabendo notícias tuas pelo 'brógue' teu de cada dia!
PARABÉNS!!!!!
Tu não imaginas como eu fico feliz de saber que o Direito Empresarial virou poesia!
Grande Profe!
Beijocas estraladas e orgulhosas!
Tu mereces ser MUITO feliz e realizada SEMPRE!