segunda-feira, 6 de abril de 2009

E então, Mr. Darcy...

"...essas suas delicadezas procedem do impulso do momento ou são resultado de um estudo prévio?"

Coisa lindinha homem tosco, né? Né nada. Eu sou a primeira a afirmar que algo de Cro-Magnon se faz necessário pra estimular minha atração, mas a saudável rudeza não se confunde com a crua estupidez. Exemplo? O bruto que diz que te ama entre dois palavrões, porque o sentimento é grande e ele não sabe bem o que fazer com ele é muito diferente do almofadinha que insinua que tu és "pouco feminina" porque gostas de futebol e cerveja, querendo, na verdade, dizer que nos padrões dele tu és machorra: palavra feia e (pre)conceito idiota.

Cro-Magnon é o cara que nem sempre está de barba aparada, roupa alinhada, cabelo penteado ou com a frase perfeitinha na ponta da língua. Mesmo assim, ele diz o que pensa, se orgulha de quem é e não faz joguinho. Cro-Magnon é o cara que, de tão franco, passa por grosso. É o cara que te beija porque tem vontade, te abraça apertado porque te deseja e respira fundo pra sentir teu perfume. Se está feliz, está feliz. Se está aborrecido, fala. Fala atravessado, não sabe bem o que dizer, mas fala. Faz bobagem às vezes, mas se empenha em consertar. Tem amigos de verdade e não fica chacoalhando o pulso pra tu veres o relógio novo dele, nem gasta mais dinheiro no cabelereiro do que tu. Dorme de cueca no verão, de cueca e camiseta no inverno, e te abraça pra te esquentar. Te olha com cara de bobo quando tu te arrumas e sai de peito estufado do teu lado, orgulhoso da mulher que tem. Quando tu fazes alguma coisa de que ele gosta, não sabe como agradecer, então te ergue do chão e te rodopia. De vez em quando sente ciúmes, briga por bobagem, deixa os tênis no meio da sala e esgota a tua paciência. Mas tu tens consciência de que os teus dias são melhores com ele do que seriam sem. E nada no mundo te faz sentir tão viva quanto o olho dele pregado no teu. Esse é o Cro-Magnon.

Tipo ideal, Cib? Pois é, tipo ideal.

Nada como pensar bem nesse tipo ideal pra apagar da cabeça o Almofadinha Empetecado que me tirou do sério, e sobre o qual não vale a pena comentar. Talvez eu só sugira que ele vá verificar se o seu frasquinho de soro anti-rugas Dior Homme Dermo System ficou bem tapadinho. Talvez.

4 comentários:

Luis Bento disse...

bem...eu não aparei a barba...e até fiz umas pinturas rupestres...

Cibele disse...

Bento, adorei a visita!!! Venha sempre, e traga as pinturinhas rupestres, coloco na barra lateral em tua homenagem, hehe!
Beijos!

Quem é ela? disse...

Adorei o Cro-Magnon!
Tem que ter pegada, nêga, e ser sem frescura!

Pandora disse...

Aversão aos metrossexuais!
Quero um Cro-Magnon de verdade :)
amei o post.... beijoo *