quarta-feira, 5 de maio de 2010

O monstro de olhos verdes


Me peguei num daqueles momentos em que começo a pensar, penso mais do que devia e termino me roendinho um pouco de ciúmes. Roendinho um pouco? Me arrancando nacos a dentadas.

Bem dizia uma amiga: não procura que tu vais achar... Pois é. Fui escarafunchar, achei, não gostei e sigo não gostando. Como é que se faz pra mandar esse monstro embora? Oi? Alguém?

4 comentários:

Raq Paulino disse...

Ai, Cib, o grande lance é não procurar mesmo. Mas, se o monstrinho já apareceu, o jeito é tocá-lo longe com muitas risadas e coisas boas. E a segurança de que você é mais você. Porque você é mesmo!

Beijo beijo!

Fernando Araujo disse...

Quando achar a fórmula nao se esquece de me mandar.
;) E o nosso time hoje? Vamos armar um atentado ao Fossati?!

Rossana Pinheiro disse...

Gsotei do seu blog; despojado, centrado, bem humorado. Parabéns! Estou te seguindo...

katy disse...

adorei seu blog...
tenho um monstro como o seu
se achar o antidoto para isso me passa ja o procuro á 2 anos